Blog

Você esta em:capa, Blog
12/08/2014 10h00

Prefeitura faz novo chamamento para ocupação do Mercado Municipal

 A Prefeitura de Passos publicou o edital do segundo chamamento público para a licitação dos espaços comerciais no Mercado Municipal. Os documentos para a habilitação dos interessados e as propostas financeiras devem ser entregues em 29 de agosto, às 13h30, na sala de reuniões do setor de licitação da Prefeitura. Estão sendo oferecidas 18 unidades na área externa do “Mercadão”. A permissão será dada àquele que apresentar o maior lance pela locação mensal do espaço, ao preço mínimo de R$ 400.
    A licitação dos boxes externos do Mercado Municipal está sendo feita pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo (Sictur).   Em maio, foi realizado o primeiro chamamento, mas compareceram apenas quatro interessados, dos quais somente um – de peixes e derivados (box 8) – foi habilitado. Assim, restam 19 unidades, mas uma delas foi reservada para uso da Prefeitura. Portanto, estão sendo licitadas 18 unidades nesse segundo chamamento público.

    Segundo o presidente da comissão responsável pelo processo licitatório, Marcelo Coimbra, os outros três participantes tiveram problema com a documentação. Para essa nova oportunidade, os interessados devem se preparar melhor. “Quem tiver dificuldades quanto aos documentos deve procurar um contador de confiança. Além disso, a Sictur está à disposição para esclarecimento de eventuais dúvidas”, disse.
    Para se habilitar ao processo, o proponente terá que comprovar a sua qualificação, a regularidade fiscal e a qualificação econômico-financeira. Quem apresentar proposta inferior a R$ 400 será desclassificado. 
    Terão preferência à ocupação dos boxes as empresas do regime de economia solidária e os ex-locatários, de acordo com as condições estabelecidas no edital, que está disponível para consulta na seção de licitações do site da Prefeitura (www.passos.mg.gov.br).
    As unidades a serem ocupadas na parte externa do Mercado Municipal são para o comércio de artesanato (boxes 1 a 3), sorvetes (4 e 5), alimentos da culinária típica da região (6, 7 e 13), carnes e derivados embalados, sem manipulação no local (9 e 10), armazém (11 e 12), derivados do leite (14 e 15), doces (16), bijuteria e acessórios (17) e hortifrutigranjeiros (19 e 20). O boxe 8 teve a permissão concedida no primeiro chamamento público e o  18 será utilizado pela Prefeitura. 
« Voltar para listagem dos posts