Blog

Você esta em:capa, Blog
24/07/2014 10h00

Aluno de Agronomia da FESP desenvolve programa para criadores de coelho

O aluno do curso de Engenharia Agronômica da FESP Bruno Brito de Almeida Rosa, 23 anos, desenvolveu um programa de computador que promete facilitar a vida de produtores de coelho. Trata-se de uma planilha que pode ser usada por pequenos criadores e proprietários de granjas para controle dos gastos de produção com todas as informações necessárias além de controle de custos. O programa está sendo difundido através da ACBC – Associação Científica Brasileira de Cunicultura (produção coelhos).

“O Bruno é mais um destes alunos que mostra paixão pelo que faz e se dedica a deixar a sua marca na história. Este programa desenvolvido por ele é o embrião de algo ainda maior que certamente ele desenvolverá ao longo de sua carreira e isso é muito bom. Fico muito feliz quando vejo um aluno da FESP colocando em prática o que aprendeu em sala de aula não apenas em benefício próprio, mas, a todos quanto interessarem. Ele está de parabéns”, disse o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas.

Como técnico em bem estar animal de monogástricos, Bruno conta que a criação do programa surgiu diante da necessidade de melhorar a qualidade de vida dos animais, que devem viver livres de desconforto, dor, fome, sede, ferimentos, doenças, medos e angústias para que possam expressar com liberdade seu comportamento natural. 

“Quando comecei a desenvolver o programa, busquei principalmente melhorar a qualidade de vida dos animais e para isso tive a ideia de desenvolver um programa onde o produtor pudesse acompanhar de maneira digital todas as informações sobre cada animal da granja. Muitos não acreditavam que conseguiria, mas hoje tenho a grata satisfação de ver meu programa sendo difundido através da ACBC – Associação Científica Brasileira de Cunicultura -, uma instituição aberta, sem fins lucrativos e que tem como principal objetivo estudar o aperfeiçoamento da criação de coelhos, estabelecendo  favorecendo o contato entre técnicos nacionais e internacionais para a troca de experiências ligadas a cunicultura”, esclareceu o estudante.

Cunicultura

A cunicultura trata da criação produtiva, econômica e racional do coelho. De acordo com o objetivo de cada produtor, a criação pode ser direcionada para: carne (caseira ou comercial);  pele (artesanatos ou peleterias); pelos (feltros de roupas ou acessórios); genética e melhoramento genético (venda de matrizes e de reprodutores); animais de laboratórios (testes de vacinas) ou animais de companhia (cunicultura Pet). 

A cunicultura oferece ainda diversos sub e coprodutos como o couro (indústria da moda e vestuário); as orelhas (produção de gelatina e petiscos para cães); as patas e a cauda (confecção de amuletos e chaveiros); o sangue (meio de cultura específico); o cérebro (purificação da tromboplastina); as fezes (adubação orgânica) e ainda a urina (veículo de perfumes). Enfim um produtor de coelhos tem varias finalidades de seu produto.

Na região, a cunicultura ainda é pequena, mas, pode ser uma fonte alternativa de renda principalmente para produtores rurais já que o custo da produção é relativamente baixo, não necessitando de muito espaço e de fácil entendimento. 

« Voltar para listagem dos posts