Blog

Você esta em:capa, Blog
10/04/2014 10h10

Prefeitura debate projeto da LDO em audiência pública

 A Secretaria de Planejamento da Prefeitura de Passos realizou na noite de terça-feira (8), no anfiteatro da Casa da Cultura, uma audiência pública para debater o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015. Estiveram presentes vereadores, presidentes de associações de bairros e de sindicatos, secretários da administração municipal, enfim, diversos segmentos da sociedade passense. Na audiência pública foram ouvidos da população seus anseios e necessidades de cada bairro.
    O secretário de Planejamento, Wanilton Chagas Cardoso, abriu a reunião dizendo o quanto é válida a participação popular num evento que visa discutir as diretrizes e metas da administração pública municipal para o período. “Gostaria de agradecer a presença de todos e dizer que essa audiência é muito importante para sabermos o que os cidadãos dos bairros necessitam e precisam para colocarmos em nosso orçamento do próximo ano”, disse.

    “A LDO é um instrumento de planejamento onde a administração vai definir quais são as prioridades, quais as metas, para o ano seguinte”, explicou Alessandro Paulo Moratto, do Departamento de Orçamento, da Secretaria Municipal de Planejamento. “O projeto de lei da LDO deve ser encaminhado até o dia 15 de abril para o legislativo e lá, durante a votação, tem uma nova audiência pública, e sendo aprovado, o projeto final vai para o prefeito em forma deproposição para ser assinado”, complementou Moratto. 
    Para João Batista Silva Júnior, diretor de Orçamento da Secretaria de Planejamento, é muito importante a Prefeitura ouvir a população e discutir a LDO com todas as classes. “A Secretaria de Planejamento optou por ouvir a população porque a administração quer o benefício para a cidade, então ela quer ouvir primeiro o que os moradores dos bairros precisam e diante daqueles recursos que podem estar disponibilizado no orçamento, sendo assim estabelecer as prioridade e trazer isto para a realidade do orçamento”, explicou.   
    Dentre algumas reivindicações da população para a LDO 2015 estão a melhoria de algumas quadras esportivas, construção de PSF’s e a criação de sedes para algumas associações de bairro. Na visão do presidente da Associação dos Moradores do Bairro Casarão, Dione José de Paulo, muita coisa melhorou, e suas solicitações já haviam sido entregues para a Prefeitura. 
    “Nós temos que discutir aqui os problemas dos bairros como quadras, ruas sem asfalto, falta de iluminação e outras coisas. Só que no Bairro Casarão, a quadra já vai ser reformada e quadra da escola já vai ser coberta. O problema do nosso bairro é a iluminação e a segurança pública. E a sede (da associação de moradores), o chefe de gabinete Djalma Oliveira já se dispôs, dizendo que eu posso fazer o requerimento entregar que ele vai passar adiante e, se Deus quiser, conseguir  essa sede”, disse o presidente da entidade. 
    Dione de Paulo também falou sobre a epidemia de dengue na cidade e a atribui a descuidos de parte da população. “A gente viu que o trabalho contra a dengue foi bem feito, parabenizando toda equipe, porque a culpa da dengue, a gente não pode culpar a administração, temos que culpar todos nós. O papel da administração foi feito, foi nos bairros, trabalhou, recolheu os entulhos e lixos assim que eu avisei eles foram lá”, finalizou.
    A audiência pública da LDO teve também as presenças dos secretários municipais Pilar Aparecida Lemos Faria (Educação), Nivaldo Oliveira Souza, o Chaparral (Agricultura), Aline Gomes Macedo (Assistência Social), D. Jota Oliveira (Gabinete) e os diretores Jeremias Cristo Alves (Trânsito), Ailton Faria (Planejamento) e Neuza Maria Funchal Paiva (Educação).
« Voltar para listagem dos posts