Blog

Você esta em:capa, Blog
15/03/2014 10h00

FESP realiza primeiro Grande Prêmio Publicitário

Os alunos de Publicidade e Propaganda da FESP estreiam neste ano o Grande Prêmio Publicitário (GPP), realizado pela FESP. A iniciativa é da coordenação do curso e vem propor a vivência do processo de criação de uma agência real, sendo o contato direto com o mercado profissional na área publicitária. O desafio foi lançado na última quarta-feira, e no dia 19 de março no Bloco 08 da Fundação, acontece a premiação que vai classificar as três melhores propostas apresentadas à empresa Brinquelar.

            “O objetivo do GPP é incentivar a criatividade, desenvolver a capacidade de planejamento e espírito competitivo, e promover a interação entre todos os alunos do curso, por isso cada agência tem integrantes de todos os períodos da graduação. São 76 estudantes organizados em Agências Experimentais. Será importante esta interação, pois os iniciantes vão absorver conhecimento dos veteranos e estes, por sua vez, conseguirão enxergar como é coordenar uma equipe. Além disso, os alunos do primeiro período já terão uma visão bem próxima de como lidar com um cliente real, de como trabalhar em equipe, como uma agência de publicidade se divide e finalmente consolidar teoria praticando. A largada já foi dada! Os alunos nos responderam da melhor forma possível: com empenho e dedicação”, explicou a coordenadora do curso de Publicidade e Propaganda da FESP, Juliana Furlan.

            A professora conta também que a parceria comercial escolhida foi um sucesso. “Recebida a lista das empresas que fizeram parte do Sucesso Empresarial que a FESP promove, reunimos o Núcleo Docente Estruturante (NDE) e começamos e pensar em todas as empresas. Chegamos em três nomes e fizemos o convite. Em visita à primeira da lista, nós fomos recebidos maravilhosamente bem. A Brinquelar prontamente comprou a ideia e se comprometeu em nos dar todo o suporte que precisássemos. Inclusive nos cedeu os brindes para a premiação dos 3°, 2° e 1° colocados”.

            O proprietário da empresa passense, Wagner Luiz Santos expôs grande satisfação em receber o convite e reconheceu as vantagens da participação no GPP da FESP. O comerciante recebeu estudantes em sua loja e ficou empolgado com a disposição e empenho que demonstraram. “É uma grande oportunidade para eles e para nós também. Não tenho dúvida de que vão sair ótimos trabalhos e estamos ansiosos para ver os resultados. A expectativa é grande!”.

            Na próxima quarta-feira no auditório Armando Righetto, as Agências Experimentais farão suas apresentações, mostrando suas propostas de campanha para a Brinquelar. O júri, formado por professores do curso de Publicidade e Propaganda e profissionais da área, fará a avaliação das peças. Os três classificados receberão prêmios doados pela Brinquelar e todos os alunos ainda participarão de sorteio de brindes cedidos pela Kímika, Jujuba Parque e Badulak.

 

Produção a todo vapor

            Os alunos participantes do 1º GPP conheceram o cliente e o regulamento na última quarta-feira. Desde então estão se reunindo durante o período das aulas para desenvolverem suas propostas.

            Matheus Grossi, do 7º período, relatou que sua equipe está trabalhando de forma dedicada e que considera o GPP uma oportunidade de aperfeiçoar o que aprendeu e reforçar habilidades essenciais para uma carreira de sucesso. “Para mim o GPP é vantajoso em muitos aspectos para a minha formação profissional. Em primeiro lugar, é uma forma de melhorar o trabalho em grupo, o que é muito importante. E também é bom relembrar e reforçar conteúdos e técnicas. Sem dúvida este vai ser um desafio proveitoso”, comentou.

            A caloura Giulia Nestor de Lima, que veio da capital de São Paulo, se surpreendeu com a atividade proposta logo no início do curso. “Eu não esperava que já no primeiro período eu já pudesse ter esse contato real e vivenciar a rotina de uma agência. Acho que está sendo uma prova enorme daquilo que teremos no nosso dia a dia daqui pra frente. Estamos todos trabalhando muito e aprender a lidar com concorrência é outro fator importante para nossa formação. Vamos dificultar a vida dos jurados na hora da escolha”, completou.