Blog

Você esta em:capa, Blog
06/02/2014 10h00

Refeições servidas no restaurante comunitário da FESP crescem 46%

Uma refeição leve, balanceada e diversificada. Este é o principal atrativo do restaurante comunitário da FESP que completou em 2013 três anos de atendimento ao público acadêmico, funcionários da instituição e a comunidade em geral que se alimenta de uma refeição saudável por um custo muito baixo.

“O restaurante comunitário da FESP é um exemplo de que é possível termos uma refeição extremamente saborosa, diversificada, saudável e acima de tudo com preço justo. Ao longo destes três anos, milhares de refeições foram servidas e a prova de que a qualidade e o preço são atraentes é que dia após dia temos registrado aumento no número de refeições servidas”, comemorou o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas.

E os números comprovam esta informação. Relatório de atividades do restaurante comunitário da FESP dos últimos dois anos apontou um aumento no movimento do restaurante de 46% entre 2012 e 2013. “Em 2012 foram servidas 74.358 refeições, já em 2013 foram servidos 108.635 pratos. É como se toda a população de Passos tivesse almoçado pelo menos uma vez no nosso restaurante”, defendeu Fabio Kallas, ressaltando ainda que mesmo nos meses de julho, dezembro e janeiro – período de recesso escolar – o movimento no restaurante comunitário da FESP não caiu, confirmando a importância do restaurante comunitário para a sociedade. 

A estudante do 9º período do curso de direito da FESP, Priscila Gonçalves, conta que o restaurante faz parte de seu cotidiano. “Eu almoço aqui todos os dias há mais de um ano. Jamais teria tempo e condições de fazer em casa uma refeição tão saborosa e diversificada como esta”, destacou.

Já a advogada Patrícia Vieira, ex-aluna do curso de Direito da FESP, explica porque almoça com o marido diariamente na FESP. “Desde quando abriu o restaurante eu e meu marido almoçamos aqui diariamente e recomendamos. O ambiente é agradável, limpíssimo e a comida tem sabor caseiro, lembra a comida da avó”, brincou.

Além da vantagem do baixo custo e o cardápio diversificado, o restaurante se transformou num ponto de encontro de amigos e da família, num lugar onde é possível reduzir peso e melhorar a saúde sem uso de medicamentos. “Temos exemplos aqui de pessoas que além de perder peso controlaram a hipertensão e diabetes apenas modificando os hábitos alimentares”, disse a nutricionista Thais Silveira Lemos, responsável pelo restaurante.

Para 2014, Fabio Kallas espera aumentar ainda mais o movimento com a cobrança de valores diferenciados para diversos segmentos da sociedade com preços que variam de R$ 2,00 a R$ 7,00.

“Estamos falando de uma refeição completa com cardápio variado todos os dias, com duas opções de mistura por um preço que varia de R$ 2,00 a R$ 7,00. O restaurante comunitário da FESP é uma amostra de que com seriedade, competência e planejamento é possível termos uma refeição de altíssima qualidade a um baixo custo”, afirmou Fabio. 

Oportunidade de aprendizado

Além da parte social, o restaurante comunitário da FESP tem o lado acadêmico como grande incentivo e diferencial em seu funcionamento. É através do restaurante comunitário que alunos dos cursos de nutrição e agronomia colocam em prática o que aprendem dentro de sala de aula. “É uma experiência fantástica! Nossos alunos de agronomia têm a oportunidade de produzirem na fazenda experimental, todas as verduras, frutas e hortaliças que são disponibilizadas no restaurante comunitário. Já os alunos de nutrição aprendem a manusear e preparar estes alimentos da forma mais saudável possível, evitando perdas e aproveitando o máximo de nutrientes de cada alimento”, completou o professor Fabio.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEM