Blog

Você esta em:capa, Blog
31/03/2016 15h35

Interno de abrigo em Passos para menores inicia curso na faculdade


                Um adolescente de 17 anos de idade, interno do abrigo municipal de Passos “Casa Lar”, conseguiu vaga num curso universitário por causa de boas notas que obteve no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) do ano passado. A conquista significa um incentivo às demais crianças e adolescentes abrigados na Casa Lar, segundo a direção da instituição, por mostrar a possibilidade de melhor futuro para quem, antes do abrigo, vivia sob risco de violência doméstica. O adolescente está no primeiro ano do curso de educação física da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg).

                Por motivo de segurança, o nome do menor não pode ser divulgado e nem a casa ser exposta. Como os demais abrigados, ele foi recolhido por sofrer riscos de violência em casa. A Casa Lar abriga, atualmente, 12 adolescentes com idades de 14 a 17 anos. Na instituição, eles são assistidos por uma assistente social, psicóloga e mãe social, têm atividades de lazer, frequentam a escola e alguns trabalham como aprendizes em empresas da cidade.

O adolescente que irá representar a Casa Lar na faculdade de educação física da Uemg foi retirado de casa aos 11 anos porque vivia em situação de violência familiar que colocava em risco sua integridade física e psicológica. Ele passou quatro anos num abrigo em Capetinga, com vaga alugada pela Prefeitura de Passos, e aos 15 foi transferido para a Casa Lar, então recém-instituída pelo Município.

“A Casa Lar acolhe crianças e adolescentes que por algum motivo de risco foi retirada da família pelo juiz ou pelo Conselho Tutelar. Não são menores infratores. São crianças que estão sob proteção do Município que deve assegurar a todos os direitos a saúde, educação, alimentação, convívio social e comunitário, esporte e lazer, profissionalização, entre outros, e convivência familiar”, explica Viviane Nara, diretora do Departamento de Assistência Social, da Secretaria Municipal de Assistência Social da Prefeitura de Passos.

Ainda segundo Viviane, o calouro universitário é um adolescente “muito centrado, já trabalhou e nunca foi um problema na Casa Lar”. “Ele sempre sonhou e acreditou que lutando era possível realizar seus sonhos”, disse a diretora, que é também coordenadora da Casa. “Fico feliz por esta conquista e estamos trabalhando para garantir o direito de todos os outros adolescentes que estão abrigados também”, disse.

A Casa Lar de Passos aceita doações para sua manutenção. Quem quiser contribuir com a instituição e saber mais sobre esse serviço deve procurar a Secretaria de Assistência Social, na Avenida Arouca, 753, Centro, das 8 às 17h30.

« Voltar para listagem dos posts